sábado, 7 de dezembro de 2013

A verdadeira história do Papai Noel

Um dos personagens que marca a chegada do Natal é o famoso Papai Noel, personagem lendária do mundo ocidental com seu famoso casaco vermelho, rechonchudo e barba branca, responsável por trazer presentes aos lares das crianças bem comportadas.
Mas o curioso é saber que muitas pessoas desconhecem sua origem, afinal de contas, como surgiu o famoso Papai Noel?!

São Nicolau Taumaturgo. A única semelhança é a barba branca.
Para a alegria da criançada, o Papai Noel não é apenas um personagem fictício, pois ele realmente existiu!!
Seu verdadeiro nome é São Nicolau Taumaturgo, entretanto sua profissão não era entregar presentes, ele foi um arcebispo turco. Daí a origem do nome do personagem natalino em inglês, "Santa Claus".
O arcebispo tinha o costume de ajudar pessoas carentes de sua cidade, depositando algumas moedas de ouro nas chaminés em suas residências. Pelas suas boas ações e diversos milagres,  São Nicolau foi canonizado (tornou-se santo) pela Igreja Católica. Sua imagem ganhou destaque na Alemanha e a partir de então se espalhou pelo mundo a fora.

Entretanto, o verdadeiro Papai Noel não trajava roupas vermelhas e sim trajes de um Arcebispo tradicional. A imagem que conhecemos atualmente foi resultado de uma jogada de marketing da gigantesca empresa de bebidas, Coca-Cola no século XIX - EUA.
Como o Papai Noel que conhecemos nasceu nos EUA, o natal por lá ocorre no inverno, justificando suas roupas pesadas. Nesse sentido, como o Brasil é um baba ovo dos EUA, resolveram adotar a mesma cultura, porém o problema maior está na temperatura, não faz nenhum sentido o velhinho estar usando uma roupa pesada de frio em pleno verão. Bem que o Brasil poderia criar a imagem de seu próprio Papai Noel.


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

A verdadeira história do calor e piscina

Como vivemos em um país praticamente semi-tropical, onde o calor predomina na maior parte do Brasil.
Não há nada melhor do que uma boa piscina para fugir um pouco do calor intenso brasileiro. Pra quem não tem uma piscina em casa ou para aqueles que não poderão viajar para a praia, uma boa opção são os clubes aquáticos espalhados pelo interior brasileiro.
Como muita gente não viaja e não tem piscina em casa, o que acaba acontecendo nos períodos de calor e festividades de fim de ano nos parques aquáticos?! Super lotação nas piscinas na certa!!!
O parque aquático acaba sendo uma das únicas opções de milhares de pessoas, caravanas e mais caravanas vindas de outras cidades acabam se encontrando em um parque aquático da região. O resultado disso é previsível, uma super lotação dos infernos, o que era para ser uma hora de descanso e lazer, acaba se tornando algo estressante e tumultuado.

No entanto, se você reclama da super lotação desses parques aquáticos ou das praias em períodos de altas temperaturas, é bem provável que você não conheça o parque aquático no verão do país mais populoso do mundo!!! Podemos imaginar algo semelhante a foto abaixo:
Ainda acha as praias e parque aquático de sua região ocorre super lotação?!
...Imagina o tanto de xixi misturado nessa água!!??

Se estiver estressado em um lugar de lazer devido a grande quantidade de pessoas, feche os olhos e tente se lembrar dessa imagem, e lembre-se que sempre vai existir milhares de pessoas em uma situação bem pior que a sua.

domingo, 24 de novembro de 2013

A verdadeira história do Pinóquio

Originalmente, a história do Pinóquio é uma série publicada no jornal infantil italiano de Ferdinando Martini, Giornale per i Bambini, no período de julho de 1881 e janeiro de 1883, escrito por Carlo Collodi. Em seguida, a história foi publicada em livro pela Felice Paggi - Libraio Editore, com ilustrações de Enrico Mazzanti.
Com o título de Storia di un burattino (História de um boneco), foram publicados os quinze primeiros capítulos. Após algum tempo, os capítulos foram retomados já com o título que consagraria a história do menino mentiroso para sempre, "As Aventuras de Pinóquio", completando assim os 36 episódios originais da obra.

Desde a sua primeira publicação, o livro de Pinóquio foi traduzido para vários idiomas. A história ultrapassou as fronteiras da Itália e se tornou um patrimônio universal.
Entretanto, com o passar do tempo, a história foi muito adaptada, e a versão que ficou mais conhecida foi a versão de Walt Disney, de 1940, que conta uma história muito diferente da que foi escrita por Collodi. A versão adaptada por Walt Disney, foi considerada uma obra-prima do cinema de animação.

A história original de Pinóquio é muito mais rica, permite inúmeras leituras por públicos de diferentes idades. É muito mais que apenas uma história infantil, é uma história com mortes, mentiras, arrependimentos, pois Pinóquio na verdade, não era apenas um menino inocente, ele era um menino teimoso, mentiroso e ingrato.
Seus maus comportamentos resultaram em um final nada feliz para o mentiroso. Pra ser ter uma ideia, Pinóquio teve uma morte trágica antes de se tornar um ser humano. Seus inimigos o penduraram em uma árvore de carvalho e o enforcaram com suas próprias cordas que ligavam seus membros.

Pinóquio e a Maçonaria

Os mistérios desse conto e suas mensagens ocultas por trás dessa história, está atrelado ao autor e a "Maçonaria". O autor Carlo Collodi não era apenas um escritor infantil, ele também atuava na política, lugar que usou muito sua sátira para expressar suas posições políticas. A partir de então, se adentrou no mundo infantil, porém sem abandonar seu lado político.
Dessa forma, existem duas formar de interpretar "A verdadeira História de Pinóquio":
  1.  O primeiro, o leitor deve ser uma criança, que irá conhecer sobre as aventuras do boneco de madeira mentiroso;
  2. A segunda, é uma leitura a partir de um ponto de vista maçônico, onde os simbolismos são completos.
    1. Entre alguns simbolismos, podemos destacar, a criação do boneco Pinóquio: O escultor esculpe o boneco de madeira nos traços de um ser humano, porém ainda sem vida. Do ponto de vista maçônico, o escultor é um Demiurgo, ou seja, um criador que cria seres imperfeitos para serem enviados para a vida material. Para criar vida, o escultor pede a uma grande estrela, (a estrela brilhante de cinco estrelas da maçonaria) para que o boneco ganhe vida, ou nos termos maçônicos, que se torne um iluminado.
Resumindo, as Aventuras de Pinóquio, apesar de seus mistérios ocultos, é uma grande aventura para se admirar, com o Pinóquio errando, sofrendo e se redimindo para se tornar uma pessoa.
Para finalizar, a afinidade de Walt Disney à Maçonaria sempre fora negada, entretanto, a escolha desta história como o segundo filme de animação da gigante Disney, tornou-se um fator muito revelador.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A verdadeira história do Pokémon

O anime Pokémon, do querido Pikachu é uma das séries de animação mais famosas de todo o mundo.
Isso já é mais que um motivo para conhecer a incrível e a verdadeira história do Pokémon.
O anime originou-se dos jogos de Game Boy da Nintendo, cuja as principais características dos jogos são a opção de colecionar diferentes monstros e batalhar com vários adversários que surgem no decorrer do game.
Tais jogos foram considerados inovadores, por apresentar a possibilidade de conexão entre dois Game Boys, permitindo a troca de Pokémons e batalhas entre os jogadores. Os jogos desenvolvidos pela empresa Game Freak, tinham por objetivo realizar a interação com os jogadores através dessa inovação.
Jogos para Game Boy adquiridos na década 90.
"Tive o orgulho de conhecer os primórdios do Pokémon!"
Quando jovem, o criador da animação Satoshi Tajiri tinha como passatempo a entomologia (ciência que estuda os insetos), talvez venha daí o interesse nos bichanos denominados pokemons. Quando cresceu, Tajiri decidiu não fazer uma faculdade e sempre se demitia dos empregos para jogar fliperamas e games, até que um belo dia, resolveu fazer um curso técnico, criando assim sua revista chamada Game Freak.
No ano seguinte, Tajiri pensou na ideia lançar um game com a possibilidade de passar informações de um Game Boy a outro, através do Game Link. Dessa forma, Influenciado por jogos como Final Fantasy e Dragon Quest mesclado com a ideia de metamorfose, Tajiri criou um RPG onde monstros podiam evoluir e serem passados de um portátil a outro.


Poucos acreditavam que o jogo faria sucesso e até mesmo por falta de recursos, as ações da empresa estavam em risco com Pocket Monsters. Apesar das dificuldades, em fevereiro de 1996, foram lançados Pocket Monsters Red e Green, inicialmente, os jogos não fizeram sucesso, mas à medida que os meses passavam mais unidades eram vendidas, até chegar a marca de um milhão de cópias em um ano.

No final da década de 90, após os primeiros jogos, Red, Blue, Green e Yellow, os criadores produziram o "anime", que marcou o início do estopim Pokémon no Ocidente.

Atualmente, com mais de 750 episódios exibidos no Japão, o anime ocupa a quinta colocação de desenho animado há mais tempo em exibição nos Estados Unidos, sendo superado apenas por Os Simpsons, O Rei do Pedaço, Arthur e South Park.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Os benefícios de jogar videogame

Esse post vai para aquelas pessoas que vivem dizendo que videogame é perda de tempo e também para aqueles que adoram passar um tempo jogando um bom game.


Uma pesquisa realizado pela Universidade de Colorado provou que profissionais que jogam videogame possuem um desempenho melhor no trabalho, habilidades mais elevadas e retêm mais informações.

A pesquisa foi realizado com 6476 estagiários e mostrou que aqueles que receberam treinamento baseado em games possuem habilidades 14% maiores em relação aos que não tiveram. Além do mais, o grau de retenção de informação foi 9% superior e conhecimento factual foi 11%.

Segundo a especialista em RH da Geração Y (geração da internet e da flexibilidade), Eline Kullock,  os games são uma rica fonte de estímulo para a criatividade e inovação dos profissionais, já que nos jogos é preciso raciocinar e pensar estrategicamente.
Os jogos ajudam os profissionais a aumentar a capacidade de tomar decisões rapidamente. As corporações estão exigindo cada vez mais essa habilidade dos trabalhadores.

A pesquisadora afirma que os videogames vai muito além da diversão e influenciam diretamente no comportamento dos colaboradores no trabalho. Quando você joga, você deve tomar decisões rápidas para conquistar seus objetivos, além de elaborar estratégias e ter uma visão sobre a melhor maneira de sair ou resolver uma determinada situação.

Algumas empresas vão mais além, utilizando os jogos de videogame como uma ferramenta de recrutamento e seleção de candidatos para vagas de emprego.
A PromonLogicallis, empresa que atua na área de TI, utiliza no processo seletivo um jogo social para atrair jovens talentos. Trata-se de um simulador de ambiente de negócios que funciona como uma etapa paralela, assim como o Desafio Sebrae.

domingo, 3 de novembro de 2013

Vida real e a história do Mágico de OZ

Existem várias interpretações do conto Mágico de OZ, entre as mais comuns estão relacionadas ao estado de onde Dorothy teria vindo, Kansas. Pois no começo do século XX, o estado era completamente rural, e o Partido Populista era sólido e forte, devido a presença de vários latifundiários.

  • No conto, a garota Dorothy usa sapatos prateados, que significa a prata sobrepondo o ouro, já que toda a estrada que ela seguia era feita de tijolos dourados.
  • O Espantalho que é encontrado durante a viagem ajudava a protagonista solucionar problemas que surgiam durante a jornada. Na vida real, o espantalho representava a figura de um típico fazendeiro norte americano da época, que eram considerados irracionais pelas elites industriais.
  • O Homem-Lata representa o trabalhador das indústrias do nordeste dos Estados Unidos, pessoas exploradas por corporações e grandes empresários, vistos como seres que não possuíam sentimentos e nem coração, não faziam nada na vida além de trabalhar para satisfazer suas necessidades básicas.
  • O exército de macacos comandado pela Bruxa do Oeste representa os nativos e índios da América do Norte sendo colonizados pelos europeus. Em alguns trechos do conto é possível identificar falas dos primatas, dizendo que antes da chegada do homem, eles viviam num reino de paz, sem ter que trabalhar nem servir a ninguém.
  • O Leão é associado ao maior nome do Partido Populista norte americano, William Jennings Bryan, um homem comunicativo e persuasivo, que convencia as pessoas com seus ideais, mas que na hora das eleições nunca provou ser realmente como se apresentava. Pra se ter uma ideia, o leão da vida real concorreu a presidência cinco vezes consecutivas e não venceu nenhuma delas.
Quer saber mais sobre a história? Clique aqui e conheça a história real do Mágico de OZ.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

A verdadeira história do Halloween

Tradicionalmente conhecido como Dia das Bruxas no Brasil, o Halloween é um evento cultural celebrado no dia 31 de outubro em vários países, em especial nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Irlanda.

A verdadeira história do Halloween
A tradição do Halloween é bem antiga com origem entre os anos 600 a.C. e 800 d.C, remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre esse período. Claramente, o evento não era celebrado com abóboras juntamente com a famosa frase expressadas pelas crianças "Gostosuras ou travessuras". Esse ritual de abóboras e travessuras foi exportada dos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração.
Ao contrário do próprio nome brasileiro, originalmente, o halloween não possui relação com as bruxas. A verdadeira história para essa data era um festival do calendário celta da Irlanda, o Festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro, que marcava a passagem do ano dos Celtas. Nesse período era celebrado uma série de festividades, uma delas a Festa dos Mortos, considerado uma das mais importantes dessa cultura, por representar o Céu e a Terra.
Na Igreja Católica, no dia 01 de novembro de 840, o Papa Gregorio III ordenou que nesse dia fosse celebrado universalmente o dia de Todos os Santos. Dessa forma, a comemoração ganhou uma celebração anterior, 31 de outubro, que prepara a celebração da data de todos os Santos.

Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado atualmente, percebemos que pouco tem a ver com as suas origens, o que restou foi apenas uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente distinto do que tinha os Celtas. Além das fantasias, doces e travessuras, do tradicional Halloween norte americano, foi incorporada em nossa cultura a celebração do dia dos Finados.

domingo, 27 de outubro de 2013

A verdadeira história do Mágico de OZ

A verdadeira história do Mágico de OZ começou em maio de 1900, com o escritor americano L. Frank Baum, lançando um conto infantil chamado, O Maravilhoso Feiticeiro de Oz, que logo veio a se transformar em um dos maiores sucessos contos da História.
Com o sucesso, o autor viu-se obrigado a produzir continuações, dando início a uma série de 14 livros que relata a história de Dorothy Ventania. Depois disso, a obra foi continuada por outros autores, dessa forma, o conto está longe de se encontrar um desfecho.

O conto do Mágico de OZ tinha por finalidade ser menos violentos e apresentar personagens mais criativos, ao contrário de outros contos antigos, como Bela Adormecida e Cinderela. Alguns autores dessa época defendiam que a função de um conto era divertir e entreter.

A trama gira em torno da pequena Dorothy que vivia com seus tios no Kansas-EUA, até ser vítima de um furacão e levada pelos ares em uma terra desconhecida, juntamente com seu cachorrinho de estimação Totó. Na hora de sua aterrissagem, destroços e ela caem em cima da bruxa malvada que amaldiçoava a localidade, trazendo assim a sua morte. Depois do fato inusitado, alguns servos da bruxa aparecem e a aclamam como heroína por salvar suas vidas da servidão da bruxa.

Depois de matar inesperadamente a bruxa malvada, Dorothy está desesperada para voltar para casa. Ela recebe orientação para procurar ajuda do Feiticeiro de OZ.
A partir daí começa a jornada incansável da protagonista para encontrar uma forma para voltar para sua terra natal. No caminho ela encontra o espantalho, o homem de lata, o leão covarde.

Chegando na Cidade das Esmeraldas, o Mágico recebe a garota, propondo uma condição para ajudá-la: Matar a Bruxa do Oeste. Sem muitas opções, a pequena Dorothy aceita o perigoso desafio. Apesar de perdas, ela consegue derrotar a bruxa má e retorna para a o Feiticeiro.
No entanto, ela descobre que o Feiticeiro era uma fraude, e não passava de um velhote com truques baratos. Apesar da fraude, o Mágico ajuda Dorothy e seus companheiros, construindo um balão para levar a personagem de volta para sua terra. Na hora da partida, apenas o mágico acaba embarcando, pois o cachorro da menina havia fugido.
Depois de perder sua viagem de volta para sua terra, Dorothy recebe ajuda da Bruxa Boa. Lá ela descobre que a solução estava em seus próprios pés, os sapatinhos prateados que havia pego da bruxa malvada no inicio do conto eram mágicos. Com a magia dos sapatinhos ela consegue retornar para o Kansas, e assim termina o primeira série dessa aventura que aparenta não ter um fim.

Mas o mais bizarro está por vir agora. Para alguns, o conto não é apenas um conto infantil cheio de fantasias, mas sim uma alegoria ao Movimento Populista dos EUA no fim do século XIX. Tal teoria teve bastante repercussão e foi aceita por muitos, até que as escolas e faculdades americanas são adeptas a essas teoria e repassadas aos alunos.
Outros foram até mais adiante, o livro foi usado para defender o principal ideal do Partido Populista norte americano.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A pior droga do mundo

O Krokodil como a heroína, é uma droga na forma líquida injetável diretamente na corrente sanguinea, que se espalhou pela Rússia (país de origem) e pelo mundo em pouco tempo. Pode-se dizer que é uma droga nova, pois antes de 2011 pouco se ouvia falar dessa narcótico.
Por ser mais barato que a heroína, cada vez mais essa nova  droga vem ganhando espaço e destruindo vidas de muitas pessoas e famílias.
Apesar do prazer instantâneo da injeção da droga, as consequencias são devastadoras e irreversíveis para o usuário, pois além de criar dependência imediata, o alucinógeno deixa a pele humana repleta de infecções com descamamento, causando praticamente a necrose da pele afetada, semelhante a uma mordida de crocodilo (daí a origem do nome Krokodil), isso ocorre devido aos ácidos utilizados para sua produção.
Por ser uma droga extremamente forte, o Krokodil pode matar um ser humano em menos de dois anos de uso.
Apesar de tanta consequencia maléfica divulgada, o que leva as pessoas a entrarem nesse mundo praticamente perdido e sem volta!? Problemas financeiros, problemas familiares?! Desistir de suas vidas tão facilmente, sem ao menos tentar se reerguer?!
Concordo que encarar a realidade e o mundo selvagem de hoje não é tarefa fácil, mas quem usa esse argumento para se drogar é um tremendo fracassado que mal consegue se reerguer de um tombo na vida.

domingo, 13 de outubro de 2013

A verdadeira história de Hachiko

O famoso cachorro Hachikō emocionou o mundo ocidental após o filme de Richard Gere, Sempre ao Seu Lado. O filme foi baseado em uma verdadeira história da década de 20, um cachorro japonês da raça Akita, chamado Hachikō.

A história real ocorreu em Shibuya - Japão. Hachikō acompanhava seu dono Ueno diariamente desde a porta de casa até à estação de trens da cidade para ir trabalhar, e retornava para encontrá-lo ao final do dia. Essa imagem de companheirismo, impressionava profundamente todas as pessoas que os viam. Entretanto, essa rotina de se admirar e impressionante durou pouco mais de um ano, mais especificamente até maio do ano de 1925, quando numa tarde o professor não retornou em seu trem de rotina.
Como no filme Sempre ao Seu Lado, Ueno sofrera um AVC na universidade nesse dia, nunca mais retornando à estação onde sempre Hachikō o esperara.
Na verdadeira história, quando o corpo de Ueno estava sendo velado, Hachikō, que estava do lado de fora do local, quebrou as portas de vidro da casa e se adentrou para a sala onde o corpo estava, passando a noite deitado ao lado fielmente do companheiro. Outro relato emocionante ocorreu na hora de colocar objetos amados/importantes do falecido no caixão, nessa momento Hachikō pulou dentro do caixão e tentou resistir a sua retirada.
Hachikō então foi enviado para viver com parentes do professor. Mas ele fugiu várias vezes e voltava para a sua antiga casa em Shibuya. Como não se acostumava com o novo lar, ele foi dado ao ex-jardineiro do Professor Ueno, que morava em Shibuya, mas isso não foi suficiente para segurar Hachikō.
Continuava a ir todos os dias à estação de trem, da mesma forma como ele sempre fazia, na espera de que Ueno voltasse para casa. Todos os dias ele ia e procurava seu dono entre os passageiros por horas, saindo somente quando as dores da fome o obrigavam. O fiel amigo fez isso dia após dia, mês após mês, ano após ano.
Essa persistência atraiu atenção de várias pessoas, muitas delas, ficaram tocados e passaram, então, a trazer comida para aliviar sua vigília. A rotina da espera, na esperança de reencontrar-se com seu dono, se estendeu por nove anos contínuos até o momento de sua morte.


sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O lago da morte

Caros leitores, vocês devem saber que segundo a mitologia, se um homem olhar nos olhos da Medusa, este vem se transformar em pedra. Transformação de seres vivos em pedra não passa apenas de uma lenda e um mito, certo? Errado! Esse mito é realidade para um lugar especial na África, mais especificamente na Tanzânia.

Lá existe um lago misterioso e mortal, o lago tem poderes para transformar qualquer animal que o toca em pedra!!

O fenômeno raro e bizarro é explicado pela composição química do lago. Além da alta quantidade de sal, o pH do lago, fica entre 9 e 10,5 (uma alcalinidade elevada que preserva os animais por um longo período em pedra). Essa junção é responsável pela calcificação dos animais infelizes que resolveram se aventurar no belo lago.

Na realidade, o que leva os animais exatamente a caírem no lago ainda é questionado por alguns pesquisadores. Uma das hipóteses mais válidas está atrelado ao reflexo do próprio lago. O reflexo pode vir a confundir os animais, fazendo com que eles caiam dentro do lago.

Um fotógrafo chamado Nick Brandt, resolveu ir até lá para registrar o fenômeno bizarro e apresentar ao mundo. Os registros foram publicados em seu livro chamado Across the Ravaged Land (Por toda a terra devastada).

Logicamente esses animais foram colocados em poses, o fotógrafo pegou algumas dessas criaturas encontrados no litoral e, em seguida, colocou-as em posições vivas, trazendo-as de volta para o mundo.

Segue abaixo, algumas das incríveis imagens registradas dos animais petrificados:

O lago cria criaturas fantasmagóricos, com clima de filme de terror.

A natureza é realmente incrível!

Como uma Fênix ressurgindo das cinzas.


Imagens por Nick Brandt © 2013. Cortesia da Hasted Kraeutler Gallery, NY.

domingo, 29 de setembro de 2013

A verdadeira história da Alice no País das Maravilhas

A verdadeira história da Alice no País das Maravilhas, escrito por Lewis Carrooll teve origem em 1862 em uma viagem no rio Tâmisa (Inglaterra). Nessa viagem, Lewis resolveu contar uma história para entreter as crianças que estavam a bordo, que inclusive uma dessas crianças se chamava Alice Pleasance Liddell. Ele começou a contar a história, que deu a origem Alice no País das Maravilhas, sobre uma garotinha chamada Alice que caia no buraco de uma toca de coelho. A pedido da própria Alice, Carooll publicou sua história intitulada As Aventuras de Alice debaixo da Terra, com a finalidade de homenagear a garota.
Como podemos observar, a história em si não não difere muito do que conhecemos. A história também rendeu vários outros trabalhos de sucesso no mundo da literatura e da cinematografia.

Agora vamos começar com as bizarrices e as distorções da verdadeira história:

  • O autor Lewis Carrool era professor de matemática e era fascinado por jogos enigmáticos, dessa forma, em suas obras, era normal conter inúmeros problemas matemáticos e de lógica. Muitos leitores não conseguiam perceber esses enigmas por ser praticamente imperceptíveis.
  • Para Alice adentrar no mundo da fantasia, ela tem que tomar poções enigmáticas e comer cogumelos para alterar seu estado físico. A partir de então, todo o ambiente e personagens ficam psicodélicos, bastante distorcidos da realidade e surreais. Seria drogas ou alguma substância alucinógena responsável por causar todo esse ambiente fantasioso!? Muitos especialistas dizem que sim. 
  • Mas um dos fatos mais polêmicos e que muita gente não sabe é que, o autor, possuía uma certa atração por crianças do sexo feminino. Quando tinha oportunidade, Carrooll gostava de desenhar crianças semi-nuas, desde que com a permissão de suas mães!! (Fico imaginando, Qual mãe iria deixar suas filhas a ficarem semi-nuas ou totalmente nuas para um homem de meia idade para serem desenhadas?! Ainda mais em pleno século XIX). Uma das fotos ainda existentes desse fetiche estranho, é o retrato de Evelyn Hatch que está totalmente nua. No entanto, o interesse de Carroll em jovens inocentes é explicado por alguns especialistas como um desejo que não seja necessariamente sexualNos dias de hoje, até mesmo uma amizade entre um homem de meia idade com alguma criança, é visto pela sociedade como uma suspeita de pedofilia.

Só  com um bom cogumelo pra ver um gato desses, não?!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

A verdadeira história de Pocahontas

No ano de 1995 e 1998, a Walt Disney lançou dois filmes de romance em animação chamado Pocahontas, que contava a vida de uma bela mulher da tribo Powhatan, localizada na Virgínia, EUA.
No filme da Disney, um navio colonial inglês comandado por John Smith chega em terras americanas atrás de ouro. Antes de chegar em terras americanas, o navio é pego por uma grande tempestade fazendo com que o navio naufrague. O inglês vai explorar o "novo mundo", repentinamente encontra a bela Pocahontas e logo se apaixonam. A relação entre os dois foram marcados por vários conflitos entre a tribo de Pocahontas e os tripulantes ingleses. Em uma dessas batalhas, John Smith acaba tomando um tiro para salvar o chefe da tribo, então é obrigado a deixar o novo mundo para salvar sua vida.
Já na Inglaterra, o Rei envia um diplomata chamado John Rolfe para negociar a paz com a tribo, Pocahontas vai até a Inglaterra representando o chefe da tribo. A índia acaba se apaixonando por Rolfe também, já na Inglaterra ela descobre que seu primeiro amor está vivo, mas acaba se casando com Rolfe e voltando para tribo juntos para viver felizes para sempre.

Assim como a grande maioria dos contos de fadas, a verdadeira história não acaba com um final feliz.
  1. Primeiro: Pocahontas e Smith não se apaixonaram, Smith era um dos líderes coloniais que teve sua vida salva por Pocahontas.
  2. Segundo: a bela jovem foi mantida prisioneira por mais de um ano em Jamestown (Virgínia) com apenas dezesseis anos pelos colonos ingleses. Durante o período na prisão, o inglês John Rolfe demonstrou interesse pela bela jovem e ofereceu o casamento como forma de liberdade, que sem saída aceitou. Na prisão, Pocahontas aprendeu o inglês e se converteu para o Cristianismo, com o nome de Rebecca. Logo, ela teve seu primeiro filho com o inglês e foram para Inglaterra. Meses mais tarde, o casal resolve voltar para a América, mas uma doença de Pocahontas durante a viagem obriga o navio a voltar, já na Inglaterra Pocahontas não resiste a doença e veio a falecer. 

O mais curioso é que o ex-presidente norte americano George Bush é descendente de Rolfe e entre as pessoas descentes de Pocahontas, destaca-se Nancy Reagan (esposa do ex-presidente Ronald Reagan).

Depois de sua morte, vários romances baseados em sua história foram escritos, sendo que todos retratavam um romance entre Smith e Pocahontas. A maioria, ainda, tratava John Rolfe como um vilão, que teria separado os dois e casado com Pocahontas à força.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Joel Santana e o rap Head Shoulders

Joel Santana, o famoso técnico com o melhor inglês do mundo, soube tirar um bem proveito da situação.
Ao invés de se envergonhar e se esconder, ele usou o próprio inglês magnífico que o deixou conhecido mundialmente, para ganhar dinheiro. E não que é que deu certo.
O primeiro vídeo da propaganda do Shampoo anti caspa Head & Shoulders, fez tanto sucesso (com mais de 20milhões de acessos) que a empresa resolveu criar um outro vídeo usando praticamente as mesmas técnicas, com direito a um rap em inglês embromado no estilo Joel Santana, pra lá de descontraído.



Joel Santana em seu melhor estilo com suas lindas Joelzetes.

domingo, 1 de setembro de 2013

Asiáticas e algumas de suas bizarrices

Os asiáticos sempre tem seu espaço garantido nesse blog. O motivo é bem simples, sempre tem algo bizarro e engraçado rondando pela internet relacionado aos asiáticos. Não é por menos, sendo que o continente asiático é o maior continente do mundo e também o mais populoso. Além do mais, é na ásia que se encontra o país mais populoso do mundo, ou seja, não é tão difícil de se encontrar algo bizarro em um lugar que tem tanta gente.
Dessa vez, as asiáticas abaixo demonstram toda sua habilidade usando apenas seus belos rostinhos.

Em posts anteriores, podemos ver a reação dos cachorros ao lamberem um limão, agora é a vez de uma linda e bela estudante asiática provar o limão e vermos o resultado. Como podemos observar, o resultado dessa combinação transformou o belo rostinho da asiática em um tremendo mostrengo....haha Convenhamos, o resultado foi bem engraçado, mas não foi a das mais belas.

Veja a incrível transformação de uma gorda feiosa em uma linda asiática em plena forma, , usando apenas um truque barato de posicionamento e um câmera de celular.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Como trollar o amigo com um refrigerante

Ah o refrigerante, essa bebida gaseificada se tornou tão popular no Brasil e no mundo, que muita gente não vive mais sem o bendito refrigerante, seja para se refrescar ou mesmo para saciar uma necessidade que se tornou tão comum como um vício. Em casa pelo menos, tomar aquela refrigerante geladinho se tornou lei nos almoços de domingos e feriados.

Devido ao gás dessa bendita bebida, requer certos cuidados para manusear uma embalagem com o conteúdo líquido, para evitar que boa parte do gás não vá embora com a sua bebida.
Se você agitar um refrigerante, principalmente quando quente, e abri-lo logo em seguida, teremos uma incrível erupção de refrigerante.

Você que gosta de uma bagunça e gosta de sacanear, aprenda como trollar um amigo com um refrigerante:
Basta agitar um refrigerante e pedir para o infeliz abrir a garrafa, o resultado desesperador podemos ver logo abaixo.

A garotinha asiática toda empolgada abrindo um refrigerante de cola...asiáticos...

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Síndrome bizarra

Uma mulher de 28 anos parece ter sofrido uma síndrome bizarra durante sua gestação, ela declara que comeu mais de 20 sanduíches em um único dia, mas não é um sanduíche muito comum, trata-se de um sanduíche feito com duas fatias de esponjas de lavar louça recheados com areia. Geralmente as gestantes costumam ter desejos diferentes, mas não tão extremo assim. Pois é, acredite se quiser, o caso bizarro ocorreu na Inglaterra e foi notícia no site inglês Daily Mail.

A mulher diz que a vontade de comer areia começou após ver a iguaria no fundo de uma gaiola de um pássaro. Agora pensamos, o alimento da mãe serve também de alimento para os bebês, ou seja os pequenos dentro do ventre também experimentaram desse maravilhoso prato exótico. Apesar da estranha degustação, seus dois filhos nasceram saudáveis.
"Imagina se ela não come as esponjas, os bebês iriam
nascer com a cara do Bob Esponja!?"
O desejo por comidas diferenciadas começou aos cinco meses da primeira gestação e se manifestou novamente quando ela soube que teria o segundo filho.
Ela comparou a satisfação de comer as esponjas e areia com comer uma barra de chocolate.

O estranho desejo foi explicado por especialistas: a mulher sofreu de síndrome de Pica (para uma síndrome bizarra, temos um nome bizarro para esta síndrome). Trata-se de uma desordem que leva a pessoa a ingerir coisas que não são alimentos.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

A verdadeira história da Cachinhos Dourados

A história da garota intrometida e atrevida, que entra na casa de uma família de ursos para comer a comida (mingau) deles, sentar em suas cadeiras e dormir em suas camas, também é um clássico do início do século XIX que o tempo e a cultura o modificou.

A história que a maioria das pessoas conhecem é aquela ilustrado em livros infantis e desenhos animados, em que a menina levada encontra uma casa vazia, curiosa como toda criança resolve adentrar na casa. Ao entrar, ela encontra três tigelas de mingau, uma grande, uma média e outra pequena. Depois de uma boa refeição, ela resolve tirar aquela soneca que é praticamente uma tradição, após a boa refeição. No entanto, quando Cachinhos Dourados acorda, depara-se com três ursos, muito bravos pela invasão da pequena folgada. Apavorada, Cachinhos Dourados pula a janela desesperadamente, fugindo pelo bosque, ficando a lição de nunca mais entrar em uma casa sem que seja convidada.


A verdadeira história da Cachinhos Dourados, não é exatamente como a que conhecemos.
Primeiro: Nas primeiras versões, Cachinhos Dourados paga caro por seus delitos e não termina com um final feliz. Devido suas travessuras, os ursos não a deixam escapar e a devoram.
Segundo: Cachinhos Dourados não era uma garotinha, mas
sim uma velha suja, peluda e rabugenta.
Terceiro: Os ursos na verdade não eram uma família, eram três machos, um médio, um grande e um enorme.

domingo, 18 de agosto de 2013

A verdadeira história da Bela e a Fera

Assim como outros contos de fadas, A Bela e a Fera é um conto bem antigo que ao longo do tempo foram surgindo diferentes versões adaptadas a determinadas culturas e épocas, mas o tema central em si, é basicamente o mesmo para todas as versões. Ou seja, é um dos poucos contos que não foi tão distorcido ao longo dos tempos, como aconteceu nos contos de Chapeuzinho Vermelho e Bela Adormecida. Entretanto, a verdadeira história da Bela e a Fera ainda é um mistério, segundo historiadores, existem histórias datadas do início da era cristã.

As primeiras passagens escritas do conto "A Bela e a Fera" foram feitas durante a Idade Média, entre os séculos XVI e XVII, mas foi apenas no século seguinte que o conto foi oficialmente publicado, pela francesa Gabrielle-Suzanne Barbot de Gallon de Villeneuve, logo em seguida outros autores, como o italiano Gianfranceso Straparola e pelo também francês Charles Perrault, também contribuíram com suas versões (nota-se que a grande maioria dos contos de fadas, ganharam vida na Idade Média).
As versões pioneiras vieram da tradição oral, que retratava a história entre uma linda jovem e uma Fera, cuja sua aparência seria o resultado de uma maldição por ter seduzido uma pequena órfã. A maldição da pedofilia é quebrada graças ao amor e ao perdão de uma linda jovem chamada Bela. Quando isso acontece, a Fera volta a ser um homem.
Apesar do conto ser antigo, o conto ainda passa uma mensagem que muitas pessoas admiram: o amor não é feito apenas da beleza exterior, mas também pelo amor intrínseco, como a personalidade e o caráter das pessoas.

Muitos filmes, peças teatrais e animações reproduziram uma adaptação do conto. Atualmente no mundo dos cinemas, Emma Watson protagonizou a linda Bela, no filme de 2017 produzido e distribuído pela Disney.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Os mitos dos filmes de sacanagem

Você que tem um pouco de malícia na vida e gosta de uma sacanagem, tenho quase certeza que já  viu pelo menos uma vez algum vídeo de sacanagem, seja na internet, na casa do amigo ou através de um VHS que seu pai escondia no armário. Ao ver tais cenas, algumas pessoas pessoas pensam: "nossa esse cara é o cara, é o kid bengala e parece ter um mega retardante por passar uma eternidade para chegar lá; e a mulher, nossa, ela é a Deusa Afrodite, faz de tudo e até bebe o leite do homem.
Ok, exagerei um pouco nos detalhes, mas queria demonstrar através dessas palavras que existem alguns mitos por trás desses filmes na via real.
O vídeo abaixo, não se trata de um vídeo de conteúdo adulto, mas sim um vídeo que demonstra a realidade desses filmes de uma forma inusitada, através de comidas. É isso mesmo, parece soar estranho a palavra comida em uma situações dessas, mas tenho certeza que não irão se decepcionar.

O vídeo está em inglês, mas existe a opção de inserir legendas em português.
E ai, se sente mais normal e aliviado após ver o vídeo explicativo?

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A origem dos contos de fadas

Quando ouvimos falar em algum conto de fadas, logo imaginamos em uma história infantil e óbvia. Entretanto, apesar dos contos de fadas possuir versões em animações e com finais felizes, as versões originais ou o que realmente aconteceu, está longe de ser apenas uma história infantil e com final feliz.

Os contos de fadas são variações de contos populares que atravessaram gerações e tempos diferentes. Geralmente os contos são uma narrativa curta, cuja história se reproduz a partir de valores culturais passadas de geração para geração, onde o herói ou heroína tem de enfrentar grandes obstáculos antes de triunfar sobre o mal. Nos contos, que muitas vezes começam pelo "Era uma vez", para salientar que os temas não se referem apenas ao presente tempo e espaço, o leitor encontra personagens e situações que fazem parte do seu cotidiano e do seu universo individual, com conflitos, medos e sonhos. A rivalidade de gerações, as etapas da vida, a convivência de crianças e adultos, bem como sentimentos que fazem parte de cada um são apresentados para oferecer uma explicação do mundo em que vivemos que nos permite criar formas para lidar com isso.

Alguns dos mais famosos autores desses contos estão os irmãos Grimm e Charles Perrault, Gabrielle Suzanne Barbot. Já no Brasil, o mais famoso escritor de contos desse gênero é Monteiro Lobato.

Quer conhecer algumas verdadeiras histórias sobre dos contos de fadas?

sábado, 10 de agosto de 2013

A verdadeira história do advogado de Jesus

Depois de aproximadamente 2 mil anos, alguém parece querer julgar a condenação e morte de Jesus Cristo. Parece ser brincadeira, mas segundo o site britânico Daily Mail, um advogado Queniano deu entrada em um processo na Corte Internacional de Justiça para anular o julgamento que condenou Jesus Cristo a cruz e a morte. O nome do advogado que defende a causa do nosso senhor Jesus Cristo é Dola Indidis.
O advogado de Jesus Cristo deseja processar a República da Itália e o Estado de Israel pela execução do homem enviado de Deus.

O defensor entrou com a ação em uma corte holandesa, que geralmente lida com questões internacionais.
Ele afirma que o julgamento de Jesus violou seus direitos humanos através de falhas, abusos e preconceito (se é que existia algo desse gênero naquela época). A meta do advogado é que a corte internacional declare que o julgamento de Jesus não teve validade por nulidade de procedimentos que não estavam de acordo com a lei daquela época e com nenhuma outra lei posterior.

O advogado aposta suas chances baseados casos absolvidos, como o julgamento da guerreira francesa Joana D'Arc, que foi anulado pelo Papa Calisto III passados 500 anos após sua condenação e execução. Além de absolvição, a francesa foi canonizada pelo Papa XV e em 1922 foi declarada padroeira da França.
Apesar de um interessante embasamento, especialistas duvidam que a ação de Indidis tenha sucesso.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Mão versus Akuma

Esse post vai para os amantes de jogos de luta e para todos aqueles que gostam de um bom trabalho criativo e legal.
O vídeo mostra uma produção de uma luta entre uma mão, que aparenta ser uma máquina e um personagem semelhante ao Akuma, personagem de um do
s mais famosos jogos de luta de todos os tempos, Street Fighter.

É isso mesmo que você acabou de ler,  uma mão versus um personagem do mundo dos games. De primeira mão, temos a impressão de um vídeo totalmente absurdo e sem nexo nenhum. Mas tenho certeza, que após começar ver o vídeo vocês irão mudar de opinião. O vídeo Mão versus Akuma ficou tão bom, que até mesmo parece uma luta entre dois personagens no video game.
 Os efeitos sonoros são impecáveis, os movimentos são alucinantes, e a superprodução criativa merece nosso destaque aqui.

domingo, 4 de agosto de 2013

A verdadeira história da Bela Adormecida

Na história popular, a querida Bela Adormecida é amaldiçoada com um sono profundo após furar o dedo em uma roca de fiar. O feitiço só foi quebrado quando recebeu o beijo de um amor verdadeiro de seu príncipe valente e encantado, que se arriscou ao invadir o castelo rodeado de espinhos e ao enfrentar a bruxa malvada. E como em qualquer outro conto de fadas, o lindo príncipe consegue superar todos os obstáculos para poder salvar a linda princesa, e assim os dois vivem felizes para sempre.
A versão popular criada pela Disney, foi uma adaptação dos contos dos Irmãos Grimm.

A verdadeira história da Bela Adormecida é considerada como uma das mais bizarras entre todos os outros contos de fadas.
Na versão original, datada em meados do século XVII a bela adormecida é vítima de um acidente não de uma maldição. Aos quinze anos, ela prende um espinho venenoso sob a unha e adormece profundamente.
Até aí, a história até que está parecida com o conto que conhecemos, mas veja agora o motivo de ser um dos contos mais estranhos e trágicos:
Após cair em seu sono, um determinado rei percebe a linda jovem desfalecida e resolve aproveitar-se da situação. Nove meses depois tem-se o resultado disso, a ainda adormecida dá a luz a gêmeos. Os bebês, com fome buscam o leite materno e acabam chupando um de seus dedos, retirando o espinho envenenado. Sem o espinho, a Bela Adormecida, violada e mãe de dois bebês finalmente acorda, mas sem entender como essas crianças surgiram.
Ainda pra piorar, o rei muito bem casado, manda seus súditos buscar a recém acordada com as crianças. O resultado disso é previsível: a rainha tenta matar Bela Adormecida e as crianças, no entanto é impedida e assassinada pelo próprio rei. Desse modo, a Bela Adormecida fica com o caminho livre para se casar com o seu rei abusador para tornar-se a nova rainha e para todos viverem felizes para sempre.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Motivos para adorar e odiar o inverno

Quando me refiro ao inverno, estou me referindo ao frio mais especificamente, pois por ser um país de grande extensão, o Brasil possui diversos climas, desde árido ao sub-tropical, ou seja, várias partes do Brasil, o inverno e o frio passa despercebido. Tal estação pode modificar totalmente a paisagem de um lugar, deixando sua marca registrada. Muitas pessoas adoram e mal esperam para chegar tal estação, outras, na tentativa de fugirem do frio da região sul do Brasil, viajam para o nordeste, onde o frio é praticamente inexistente.

Veja agora quais são os principais motivos para adorar e odiar o inverno.

Vantagens:
  1. É extremamente prazeroso dormir com aquele friozinho e com vários cobertores pesados sobre o nosso corpo;
  2. Vestir determinados agasalhos ou blusas, podem deixar a pessoa mais elegante;
  3. Expectativa de ver neve. Quem nunca sonhou com neve no Brasil!? Exemplo disso, foi a neve que caiu sobre várias cidades do sul do país. Muitos moradores, saíram de suas casas para apreciarem a neve;
  4. Estar ao lado de alguém amado para esquentá-lo(a);
  5. A existência de insetos (formiga, mosquitos e baratas...) no inverno é praticamente nulo. Nos dias quentes essas pragas infestam todos os lugares.
Desvantagens:
  1. Acordar cedo para trabalhar ou estudar em um inverno rigoroso é praticamente um sacrifício;
  2. Tirar a roupa para tomar um banho quente é extremamente desagradável também. Agora está explicado o motivo dos europeus terem a fama de não gostarem de banho;
  3. Trabalhar ou estudar com um monte de roupas acaba atrapalhando certos movimentos;
  4. Quando solteiro, irá passar frio sozinho, sem ninguém para te esquentar;
  5. Nossa pele fica ressecada, principalmente as bocas que racham e ardem devido a brisa gelada da estação.
No verão também possui seus pontos fortes e fracos, o qual podemos conferir nesse blog.
Analisando todos esses pontos positivos e negativos, qual estação você prefere?

sábado, 27 de julho de 2013

A origem de um Kraken

Muita gente conhece o famoso Kraken, com as lendas do polvo gigante que aterrorizava as embarcações. Devido a lenda do monstro do mar, várias obras literárias e filmes foram produzidos, tais como Piratas do Caribe e Fúria de Titãs.
No mundo marinho, existe um animal semelhante ao Kraken, a Lula Colossal, que pode atingir 15m de comprimento. Mas como muita coisa ainda é um mistério no fundo do mar, pode até mesmo existir outros grandes animais semelhantes.
Na verdade, a origem desses animais é um mistério, mas através de uma reação química entre Dicromato de Amônio e Tiocianato de Mercúrio, podemos observar uma reação bem interessante, um grande tentáculo surgindo no meio do fogo. O fogo em contato com o Dicromato assemelha-se com um vulcão em erupção, já o Tiocianato de Mercúrio é o responsável da origem dos tentáculos medonhos.


Se isso acontecesse na Idade Média, essas pessoas seriam considerados de bruxos(a) e seriam todos queimados.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Motivos para tomar café

O café é umas das bebidas mais tradicionais e mais consumidas no Brasil, famoso por ser estimulante, não pode faltar na casa e nem no trabalho, para muitos o consumo se integrou na rotina do brasileiro.
Na década de 80 o café chegou a ser segunda mercadoria mais negociada no mundo em termos monetários, atrás apenas do petróleo. Atualmente, o Brasil ainda detém a primeira posição na produção de café.
Existem vários boatos de que o café faz mal para saúde, outros dizem que faz bem. Nesse sentido, já que tanta gente toma café, estarei destacando alguns benefícios que o café pode trazer para seus apreciadores.

  1. Café tira o sono: Vale ressaltar que o consumo elevado, pode afetar a qualidade do sono e agravar os sintomas de insônia, devido a cafeína. "cafeína faz com que o sistema nervoso seja acionado, levando as glândulas a liberarem adrenalina, o coração a bater mais rápido e o sangue a ganhar mais glicose, provocando aumento da concentração e estado de alerta", relata a nutricionista do programa de Educação Nutricional Viva Melhor da Risa Restaurantes Empresariais. Geralmente os universitários que trabalham, o café é uma bebida essencial para conciliação dos estudos com o trabalho, assim como os caminhoneiros que ingerem alta quantidade para se manterem acordados.
  2. Cafeína deixa mais atento: a cafeína age sobre a descarga das células nervosas e a liberação de neurotransmissores e da adrenalina. Além disso, pode produzir substâncias que agem como fonte de energia no lugar do glicogênio muscular, fazendo com que o músculo fique mais resistente à fadiga. Como podemos ver, existem vários benefícios para quem consome café que podem contribuir para um melhor desempenho nos estudos e trabalho.
  3. Café ajuda a perder peso: o café ajuda a aumentar o metabolismo do corpo, facilitando a queima de calorias. Mas pelo amor de Deus, essa não é a melhor forma para perder peso, não vá viver apenas de café. A melhor forma para perder peso ainda é prática de exercícios atrelada a uma alimentação saudável. O café pode ser apenas um auxílio para que o metabolismo trabalhe mais rápido. 
  4. Café pode melhorar a dor de cabeça: a cafeína de uma xícara de café forte pode auxiliar no alívio da dor, se ingerida nos primeiros momentos da enxaqueca. Segundo pesquisadores, o alívio ocorre, devido a cafeína ser uma substância vasoconstritora, que pode contribuir a combater os efeitos dolorosos da dilatação dos vasos sanguíneos da cabeça. Nesse sentido, está explicado o motivo de muita gente recomendar tomar café quando está com aquela dor de cabeça, além de muitos medicamentos para dor de cabeça conter cafeína em sua fórmula.
  5. Café contribui na prevenção de doenças cardíacas: a publicação de um estudo realizado por pesquisadores do Centro Médico Beth Israel, em uma revista chamada "Circulation: Heart Failure", demonstrou que o consumo de quatro xícaras de café por dia diminui em até 11% as chances de uma pessoa desenvolver insuficiência cardíaca. A cafeína age no controle dos níveis de colesterol no sangue, diminuindo a oxidação do colesterol ruim (LDL). Além da cafeína, outras substâncias presentes na bebida, como os ácidos clorogênicos, podem reduzir a incidência de diabetes. 
  6. Café melhora o humor:  a cafeína é um estimulante do sistema nervoso central e age bloqueando os receptores de adenosina, situadas nas células nervosas. Mas se consumido em excesso, isso pode se transformar em irritabilidade e nervosismo. Agora segue uma dica, se você é daqueles que vive de mau humor, deve tomar uma garrafa de café por dia, quem sabe melhore seu humor.
  7. E claro, um cafézinho é indispensável nos dias mais frios, além de manter acordado, o café quentinho ajuda a esquentar o nosso corpo.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Moeda do Papa Francisco

Gostaria de ter algo mais para recordar da vista do Papa Francisco no Brasil além de fotos?! Pensando nisso, a Casa da Moeda pode resolver o seu problema, você poderá adquirir uma medalha de recordação e guardá-lo para o resto de sua vida.
No dia 23/07/2013, foi lançada a medalha comemorativa pela visita do Papa Francisco no Brasil para a Jornada Mundial da Juventude. A Casa da Moeda produziu dez mil medalhas, em ouro, prata e bronze. Essas medalhas estão à venda no site da Casa da Moeda, pelo preço de R$45,00 a de bronze, R$230,00 a de prata e a de ouro o preço está a consultar somente através de contato. Vale lembrar que os preços não inclui frete, então se deseja adquirir um souvenir desses, prepare-se para gastar mais de R$50,00.
O mais curioso é que no lançamento oficial da moeda que ocorreu na residência da arquidiocese do Rio de Janeiro, local onde o Francisco estava hospedado, o Pontífice nem sequer apareceu, frustando e surpreendendo muita gente que comparecia no local.

A imagem do Papa Francisco surge em destaque com sua alegria e espontaneidade. Acima, a moldura com a inscrição “VISITA DO PAPA AO BRASIL”. Ao fundo, o ano “2013” e o padrão formado pelos tijolos vazados, vistos do interior da Basílica de Nossa Senhora de Aparecida.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Joel Santana apresenta Head Shoulders

Nosso querido técnico de futebol Joel Santana, ficou famoso mundialmente por ser técnico da seleção da Africa do Sul, durante o período de abril de 2008 a outubro de 2009, menos de um ano antes da Copa de 2010 da Africa do Sul. Seu desempenho na seleção africana não convenceu, pois no total, o ex-treinador do Flamengo teve dez vitórias, três empates e 14 derrotas.
Apesar de um desempenho não tão positivo, o técnico teve sua marca registrada durante esse período que ficou como treinador: seu inglês embromado. Nas coletivas de imprensa, os repórteres o questionavam sobre o desempenho e tal, mas ao responder as perguntas, quase ninguém entendia nada. E isso foi motivo suficiente para a galera cair em cima do brasileiro. Apesar de reconhecemos o seu esforço na aprendizagem do inglês, mas a mídia e a internet não perdoa ninguém, e Joel foi mais um vítima desse mundo virtual cruel. 
A próxima Copa do Mundo de Futebol acontece no Brasil em 2014 e o nosso querido Joel continua famoso com seu inglês. Como prova disso, a marca de Shampoo Head Shoulders, resolveu fazer uma propaganda com ele e seu fabuloso talento.
O resultado você confere aqui: 

A propaganda ficou impecável, muito engraçada e criativa. Estou quase indo comprar o shampoo dessa marca, devido a essa propaganda genial. 
Uma frase da propaganda: "Pliss luque tu me...not Joelzetes".


sábado, 20 de julho de 2013

Cirurgia plástica na mão pode trazer riqueza

Está com aquela coceirinha na palma da mão? Como diz o ditado popular, se está coçando está por vir dinheiro. Na verdade, já tive várias coceiras, mas infelizmente nunca veio dinheiro algum até minhas mãos. Entretanto, baseado nesse ditado popular, você acredita em crenças e tem vontade de ficar rico, ter sucesso ou viver mais? Eis a solução, basta fazer uma cirurgia na palma da sua mão e modificar suas linhas. A cirurgia modifica as linhas da palma da mão para melhorar de vida, diz o novo ditado popular. Essa cirurgia está em alta entre os asiáticos, mais especificamente no Japão, os homens mexem mais nas linhas relacionadas às finanças, já as mulheres, nas linhas do relacionamento amoroso.

A quiromancia é uma arte de prever o futuro através da leitura das linhas da mão, e essa prática é muito comum no Japão.

Sempre existem pessoas radicais em qualquer situação, agora imagine prever um futuro na pobreza e solteiro para sempre?! Uma das formas para alterar esse destino e tornar dono de seu próprio futuro é, alterar cirurgicamente as linhas que a natureza forneceu.

De acordo com o Daily Mail, as cirurgias são realizadas com um bisturi a laser que queima a pele e deixa cicatrizes, modificando linhas e incluindo outras. Desde 2011 a maio de 2013, 37 pessoas entraram no bisturi no Japão em apenas uma das muitas clínicas que oferecem o serviço. Para isso o paciente precisa desembolsar um valor aproximado de R$ 2 mil.
Um dos médicos consultados afirmou que uma paciente enviou mensagem de agradecimento pouco tempo depois de ter feito a cirurgia, alterando a linha do coração, e o mais incrível, ela conseguiu se casar!!! Outros dois declararam que ganharam na loteria após as intervenções na linha da fortuna. No entanto, o médico adverte que as linhas da mão mudam de tempos em tempos.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

A verdadeira história de Chapeuzinho Vermelho

O famoso conto, relata uma garotinha que está a caminho da casa da Avó para levar uma cesta de comidas, a pedido de sua mãe. No caminho, ela encontra o Lobo Mau, e a questiona para onde estava indo, toda inocente ela diz que estava a caminho da casa da avó doente. O lobo então, engana a menina e chega antes na casa da vovó e a devora inteira (ou simplesmente a tranca em um armário). Quando a Chapeuzinho Vermelho finalmente chega, ela encontra o Lobo disfarçado, e então ocorre o famoso diálogo “Que olhos grandes você tem”, "é pra te enxergar melhor"...E depois que parecia estar tudo perdido, um caçador, lenhador ou algo do gênero aparece e acaba com o lobo mau, salvando a pequena indefesa.

Esse conto foi muito difundido durante a Idade Média e, consequentemente surgiram uma infinidade de versões, a maioria delas, muito mais cruéis que a que conhecemos.

Na realidade, o Lenhador com seu ato heroico infelizmente foi uma invenção posterior, para abrandar a história. E assim como na maioria dos contos originais, as personagens principais acabam se dando mal, em quase todas as versões de Chapeuzinho, tanto a garota quanto a vovó não terminam em um final feliz.
Nas versões ainda mais antigas, o Lobo Mau chega antes na casa da Vovó, a mata e prepara a sua carne dura e velha, para depois convidar a Chapeuzinho para um delicioso jantar. E, claro, depois dessa nutritiva refeição o esfomeado também a devora.

Na versão de Charles Perrault, que é umas das versões mais populares e a versão em que a Disney se inspirou, Chapeuzinho Vermelho – uma moça bem criada – pede instruções para o Lobo Mau para chegar à casa da Vovó. Ele ensina o caminho errado, segue a moça e a devora.

Existem ainda versões calientes desse conto, nas quais Chapeuzinho faz um strip-tease para o Lobo, e foge enquanto ele está distraído no mundo das luas. (como assim Strip-Tease?! Minha infância está sendo destruída). Para sobreviver nessas horas vale tudo, não!?

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Os cachorros mais "trolls"

Como os cachorros são considerados os melhores amigos dos homens, estes lindos animais passam boa parte do tempo ao lado do seu dono ou pelo menos ficam a sua vista. Nesse sentido, muitas pessoas conseguem registrar alguns flagras divertidas e inusitadas, que é difícil até de acreditar.
Venha cair na gargalhada com os cachorros mais "trolls" da internet em forma de gif.

Que tal um banho gatinho!?

Nada é impossível.

Sai pra lá bixona.

O mundo é dos espertos.

Meche com quem está quieto.

Cachorro aleijado?! Só que não.

Nunca encare um cachorro nos olhos.

Pare de encher o saco.

Quer brincar?! Então toma um pouco desse gás mortal.

Pra que brigar, se podemos usar nossa inteligência.