quarta-feira, 22 de abril de 2015

A verdadeira história do Aladdin

Aladdin é um personagem animado de um filme da Disney de mesmo nome, lançado em 1992.
Aposto que, assim como outras animações da Disney, você já assistiu ou já ouviu falar no personagem animado árabe mais famoso, junto com sua lâmpada mágica e o gênio.
E assim como outras animações da Disney, a história foi baseado em um outro conto já existente, muito mais antigo do que a animação de 1992.
Nesse sentido, resolvemos desvendar alguns mistérios escondidos nesse personagem árabe que conquistou o mundo!


Quem foi Aladdin?

No filme da Disney, Aladdin é um pobre ladrão da cidade de Agrabah, porém de bom coração.
Agrabah é uma cidade fictícia criada pela Disney, inspirada em Bagdá, capital do Iraque.
A filha do sultão de Agrabah (Jasmine) entediada de sua vida monótona, foge de seu castelo e conhece Aladdin nas ruas.
Como Aladdin era um ladrão, logo vai preso pelas autoridades, porém consegue sua liberdade por conhecer a filha do sultão. Em troca de sua liberdade, Aladdin é destinado a procurar por uma lâmpada mágica em uma caverna. Lá ele encontra o tapete mágico e a lâmpada, porém ao entregar a lâmpada para Jafar (um conselheiro do sultão), o mesmo manda matar Aladdin, porém sem êxito.
Preso na caverna, Aladdin esfrega a lâmpada que liberta um gênio, que diz atender três desejos. O primeiro desejo tirou Aladdin da caverna e se tornou um príncipe para conquistar Jasmine. O segundo desejo é atendido para salvar o protagonista das mãos de Jafar.
Antes do último desejo, Jafar rouba a lâmpada e se torna o novo mestre do gênio. Ele utiliza dois de seus desejos para se tornar o mago mais poderoso do mundo e um sultão. Aladdin retorna para Agrabah, alegando que o Gênio seria mais forte que Jafar, indignado com a acusação, Jafar faz seu último pedido, para se tornar um gênio. Porém, como os gênios são entidades que vivem presos em uma lâmpada, Jafar é sugado para dentro da lâmpada.
E depois adivinhem!? O Gênio ganha sua liberdade e Aladdin e Jasmine se casam para viverem felizes para sempre!!


A origem do Aladdin

A história da animação foi baseada no conto Aladdin e a Lâmpada Maravilhosa, do livro As Mil e Uma Noites, datadas do século IX, um livro que contém vários contos populares do sul Ásia e Oriente Médio, como indianos, árabes e persas.
O responsável por trazer essa obra para o ocidente e transformar a obra em uma clássico mundial, foi o francês Antoine Galland, em 1704.
Como a obra As Mil e Uma Noites, é uma reunião de vários contos, a origem do conto de Aladdin é incerto, porém várias histórias similares foram encontradas e a mais antiga teria sido escrita no século VII, após a conquista árabe sobre o Egito.
Uma outra obra em que a Disney se baseou, foi o livro O Ladrão de Bagdá, uma história bem semelhante ao da Disney.

A verdadeira história do Aladdin

Primeiramente, Aladdin não era árabe e sim chinês!!
Filho de alfaiates, o adolescente Aladdin não tem vontade de seguir o trabalho do pai e nem mesmo trabalhar. Despreocupado com a vida, ele encontra por um acaso com um feiticeiro que lhe faz uma proposta para encontrar uma lampada mágica. Esse trecho é bem semelhante ao da Disney, a diferença é que o gênio ao atender o pedido do garoto, ele transforma em um adulto, já que Aladdin era um adolescente.
Aladdin se torna rei e se casa com uma princesa chamada Badroulbadour. Se o nome original fosse mantido na versão da Disney, muitos não conseguiriam nem pronunciar seu nome.
Apenas tempos mais tarde, o feiticeiro retorna para tentar tomar seus poderes. O feiticeiro consegue obter a lâmpada mágica, após se passar por um mercador e trocar a lâmpada mágica por uma outra lâmpada velha.
Com os poderes da lâmpada, ele manda Aladdin para uma região pobre da África. Porém, como Aladdin ainda possuía um anel mágico, consegue retornar para seu reino e matar o feiticeiro. O irmão do feiticeiro em busca de vingança, acaba morto por Aladdin após invadir o palácio.


4 comentários:

  1. Nossa juro que eu não sabia essa história mas é muito legal!!������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tenha gostado Francisco, muito obrigado!
      Convido vc a conhecer outras histórias em nosso blog.

      Excluir
  2. Estou achando impressionante a semelhança desta história com a do Saladino, que conquistou todo Egito e todo oriente médio e que é considerado herói por mtos
    Ajudou a espulsar os cristãos e reconquistar Jerusalém e tomar Capela da Ascensão.
    A lâmpada que estava escondida em uma caverna ou capela misteriosa, seria a cruz que os cristãos idolatravam e acreditavam ter ajuda de Deus com ela nas guerras.

    Foi só um comentário que achei interessante, mas não existe nada sobre essa relação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito boa essa associação!!! Pode ser que exista alguma ligação entre essas histórias, mas como os mesmos são bem antigos, é difícil de se encontrar algo realmente concreto!
      Agradecemos sua contribuição.

      Excluir