domingo, 26 de abril de 2015

A verdadeira história da Betty Boop

Betty Boop é considerado a Rainha dos desenhos animados da década de 30 que até os dias de hoje é popularmente conhecido no mundo da moda e desenhos animados. Betty ficou famosa pelo seu charme encantador e único, e ao mesmo tempo pela ousadia e sensualidade em seu modo de se vestir. Fazendo dela uma das primeiras musas animadas, em que várias jovens mulheres de todo o mundo se espelhassem.


A origem da Betty Boop
Betty Boop foi criada em 1930 pelo americano/polonês Max Fleischer, inspirada na cantora Helen Kane, para uma série animada distribuído pela Paramount Pictures.
Sua característica é de uma jovem típica ocidental da década de 20 que costumavam a usar saias, ouvir jazz, fumar e tratar o sexo de maneira informal. Isso tornou-a primeira personagem animada sexualizada. Enquanto Minnie Mouse brincava de casal polido com Mickey, Betty brincava de outra forma com seu namorado cão!
A verdadeira história da Betty Boop
Betty Boop na verdade, não era uma humana quando foi criada, ela era uma espécie de cão humanoide da raça poddle!
Com o tempo, ela foi se tornando uma mulher humana e suas longas orelhas de cachorro foram substituídas por brincos de argola, e seu nariz deixou de ser preto como as de um cachorro.
Inicialmente, Betty Boop não era uma animação voltada para o público infantil, mas para o público adulto. Pois além da aparência ousada fora do padrão daquela época, com as pernas totalmente à mostra, com sua cinta liga nada provocativa, ela era vista em alguns episódios usando apenas lingeries. Além do mais, em algumas cenas a personagem parecia estar até sendo estuprada. E pra piorar, ela tinha até relações com um cachorro, ou seja, ela praticava zoofilia!!!
Assim como Mickey Mouse, no início, Betty Boop era dotada de algumas práticas politicamente incorretas, perante os padrões de nossa sociedade.
Uma outra polêmica da nossa Rainha que vale destacar é o episódio Ha Ha HA de 1934:
  • No episódio, quando Betty tentava extrair um dente do paciente palhaço, ela utiliza um tipo de gás hilariante para acalmá-lo, no entanto, por um descuido esse gás acaba vazando por toda a cidade, contaminando toda a população com a droga do riso!! Claramente, esse episódio foi censurado e acusado pela promoção do uso de drogas.
A mudança de personalidade
Foi em 1934 que o criador resolveu alterar seus padrões politicamente incorretos da querida Betty Boop. A partir dessa data, ela começou a utilizar roupas mais comportadas que cobrissem boa parte de seu corpo. Ela também ficou solteira, sou namorado Bimbo que era um cachorro, passou a ser apenas um animal de estimação. Depois dessas mudanças, suas animações começaram a serem voltadas para o público infantil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário