segunda-feira, 8 de maio de 2017

A verdadeira história dos Smurfs

Um dos filmes em animação de grande sucesso da Sony Pictures é Os Smurfs. Enquanto a Universal Pictures detém os direitos dos queridos seres multicelulares de cor amarela, denominado Minions, a Columpia Pictures possui um clássico de mais de 50 anos, os duendes azuis, chamados de Smurfs.

O que são os Smurfs?

Les Schtroumpfs é o nome belga e original desses adoráveis duendes azuis. O nome foi alterado para facilitar a pronúncia em outros países. Se deixasse o mesmo nome no Brasil, muita gente não saberia pronunciar e nem escrever essa palavra!
Os Smurfs são criaturas azuis, geralmente visto como duendes, que vivem em uma vila que fica no meio de uma floresta.
A história central gira em torno do dia-dia dos personagens e das perseguidas do principal vilão da série, Gargamel, com elementos de comédia, aventura e fantasia.

A verdadeira história dos Smurfs

A origem dos  Smurfs

Os Smurfs apareceram pela primeira vez em uma publicação de história de quadrinhos em 1945, como personagens secundários. Os personagens logo caíram no gosto popular dos leitores e a editora responsável pelas publicações autorizou Pierre a criar uma história dedicada aos Smurfs. As histórias próprias dos duendes azuis foi um sucesso que em 1981 a Hanna-Barbera (antiga empresa de desenhos animados criadores de Scooby Doo), produziu a primeira série animada da franquia Smurfs.
O idealizador desses famosos personagens é o belga Pierre Culliford, mais conhecido como Peyo.
O nome dessas criaturas surgiu de forma bem bizarra. Em meio de um almoço de amigos em 1957, Peyo ia pedir para seu amigo pegar o saleiro para ele, no entanto, nesse momento ele teria esquecido o nome do saleiro e então substituiu essa palavra por Schtroumpf, que significa qualquer coisa em belga, o amigo em tom de descontração passou o saleiro dizendo, "toma aqui seu Schtroumpf". Desse modo, ficaram fazendo brincadeiras e fazendo piadas com a palavra estranha que por fim veio a dar o nome dos personagens queridos azuis.


A cor dos Smurfs e o comunismo

Inicialmente os Smurfs seria de cor verde, mas como eles vivem em meio de uma floresta acabariam ficando ofuscados pelo verde da floresta. O vermelho também foi sugerido, mas devido à uma crítica ao comunismo, tal coloração foi abandonada.
Falando em Comunismo, alguns críticos de plantão na década de 80, dizia que a história dos Smurfs fazem analogia ao comunismo, pela forma de divisão fraterna de toda produção do vilarejo, pela inexistência de classes sociais, padronização das vestimentas com exceção do líder que usa um gorro e calças de cor vermelha.

O sexo dos Smurfs

Os Smurfs são predominantemente do sexo masculino, pois no vilarejo deles possuem apenas quatro do sexo feminino. E apesar de existirem gêneros do sexo masculino e feminino, a reprodução desses seres ocorrem de forma assexuada, ou seja, não ocorre sexo e troca de gametas entre os personagens. Como prova disso, os bebês são trazidos por uma cegonha...Imagina as crianças pensando na relação sexual entre dois Smurfs!?

Dos quadrinhos para os cinemas

Depois do sucesso na TV e outras mídias de entretenimento, o primeiro filme dos Smurfs estreou nos cinemas em 2011, com orçamento arrojado de 110 milhões de dólares. Como evento promocional do lançamento do filme, A Sony resolveru pintar um vilarejo da Espanha inteiro de azul, para o feito foram empregados 12 pintores e utilizados mais de 4000 litros de tinta azul.

Os produtores prometeram que iam devolver a cidade como era antes em seis meses, no entanto, os moradores pediram para manter a cor, pois nesse período a cidade promocional dos Smurfs, recebeu quase 100 mil turistas.
Todo esse investimento valeu a pena, pois o filme foi um sucesso, arrecadando mais de 560 milhões de dólares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário