quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A verdadeira história do amor perfeito

Com o aumento da popularidade da internet e das redes sociais, as pessoas estão cada vez mais, se privando da interação social presencial. A interação presencial vem sendo substituída pela interação online. Muitos desses internautas são pessoas tímidas, fechadas e com poucos amigos, mas na internet acabam se comportando de uma forma totalmente diferente, cercado de várias pessoas de outras localidades dentro do mundo virtual. Tais pessoas acabam construindo uma realidade paralela daquilo que gostariam de vivenciar na vida real.
As farsas vão desde a existência de uma namorada ou namorado irreal até a criação de uma outra personalidade totalmente diferente da realidade. Na internet, tem-se a liberdade de fazer quase tudo no anonimato, nunca sabe-se se a outra pessoa que está conversando com você é uma pessoa real ou não.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

A verdadeira história da alimentação saudável

No Brasil, quase metade da população sofre com um mal da atualidade, a obesidade.
Um dos principais fatores que contribuíram para o aumento dessa doença é a falta de tempo. Como consequencia a tradicional comida caseira, vem sendo substituída pelas comidas industriais, praticamente instantâneas, muitos saborosas, porém cheio de conservantes e outros componentes maléficos para a saúde humana. Como nossa sociedade, demanda muito dos nossos tempos, não resta outra opção em muitas horas, a não ser a comida industrial. Infelizmente, esse hábito, vem sendo repassadas para as novas gerações e consequentemente, a juventude também está ficando obesa.

Para nossa esperança, existem algumas técnicas para ter uma alimentação saudável, confira a verdadeira história da alimentação saudável, uma técnica simples que exige dedicação, pois grande parte da população não possui o hábito de consumir saladas e frutas.

Uma pesquisa americana revelou que é possível treinar o cérebro a escolher os alimentos corretos e saudáveis, ao invés de uma bela batata fria com bife ou um lanche no McDonald's e ainda ficar satisfeito com esses alimentos. O segredo é simples: ingerir esses alimentos frequentemente até viciar e condicionar o pobre cérebro. Através da repetição, o cérebro aprende as rotinas e se adapta com elas, tornando-as processos automáticos. O condicionamento da correta alimentação funciona da mesma forma que o famoso chocolate depois do almoço que a pessoa se habitou a ingerir após as refeições.

O famoso naturalista Charles Darwin já dizia: na luta pela vida, os animais se adaptam às diferentes situações, seja na alimentação, clima ou localização. Nesse sentido, pode-se afirmar que nenhuma pessoa irá morrer alterando seus hábitos alimentares, é apenas uma questão de adaptação.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A verdadeira história do Shrek

O famoso filme em animação "Shrek", produzido pela DreamWorks, estreou nos cinemas em 2001 e foi um grande sucesso no mundo inteiro. O que muita gente não sabe, é que o querido Ogro Shrek, foi inspirado em uma pessoa de verdade, chamado Maurice Tillet.

A verdadeira história do Shrek nasceu na Rússia e cresceu na França, Maurice Tillet desenvolveu em sua juventude uma rara doença, a acromegalia (uma doença que faz o corpo inchar por uma produção excessiva de hormônios do crescimento). Desse modo, em pouco tempo seu corpo passou por várias transformações, ganhou orelhas, nariz, mãos e pés enormes, além do título de "o homem mais feio do mundo". Mas como pessoa, ele era considerado muito carinhoso e querido por aqueles que o conhecia.
Maurice Tillet, o verdadeiro Shrek em uma luta de Wrestling.

Na tentativa de se adaptar a nova aparência, Tillet mudou-se para os EUA, começou a treinar Wrestler e em pouco tempo tornou-se campeão de um famoso torneio americano do esporte. Na combinação da competição com sua aparência, Tillet ficou famoso em grande parte do mundo. Como ele também adorava crianças, ficou conhecido no mundo da luta como "O Anjo Francês".
Pacientes diagnosticados com essa doença, costumam ter vários problemas na saúde e morrer precocemente. Tillet faleceu com 51 anos, vítima de um ataque cardíaco.
A semelhança entre os dois é incontestável.
Devido suas características físicas e boa parte de seu comportamento se assemelharem com a do ogro Shrek, o lutador é apontado como o grande inspirador do personagem. Segundo fontes não oficiais, os produtores da Dreamworks, encontraram um busto de Tillet em um museu e a partir daí criaram o querido monstro.
Vale lembrar que o roteiro da animação não se relaciona com a vida de Tillet, a relação está apenas nas características do ogro Shrek.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A verdadeira história do Sutiã

O primeiro registro do sutiã, foi em uma antiga civilização Grega, datada em meados 2500 A.C.
Na verdade, o primeiro registro não era exatamente um sutiã e sim tipo de corpete. Porém, o corpete dessa época não tinha o objetivo de proteger e esconder os seios, mas sim de sustentá-los e elevá-los, deixando totalmente à mostra para todos, devido às questões culturais e religiosas.

Mil anos mais tarde, em Atenas (Grécia), surge o primeiro protótipo dos sutiãs atuais. O protótipo possuía duas tiras de pano que cruzavam as vestimentas da época, cobrindo totalmente o peitoral ou deixando apenas um dos seios à mostra.

Já na Idade Média, a regra era esconder todo o busto. Por esse motivo, os vestidos vinham com amarras para sucumbir com os pobres seios da mulherada.
No século XIX, com a invenção dos ilhóses, os espartilhos começam a ficar mais apertados e consequentemente mais perigosos, pois muitas mulheres na busca da cintura perfeita, tinham suas costelas quebradas pelo seu uso.
No século seguinte, em 1901, o sutiã foi oficialmente inventado e o famoso espartilho sai de cena. Outro fator que contribuiu para o desuso do espartilho foi a Primeira Guerra Mundial, para a economia de metais para fabricação de armamento militar.
Em 1968, o sutiã torna-se um símbolo de protesto, na busca  da dignidade perante a sociedade. O protesto,  ficou conhecido como a "Queima de Sutiãs", a queima dos sutiãs, de fato, nunca chegou a acontecer, as mulheres apenas colocaram vários objetos que simbolizavam a beleza feminina no chão. Nesse sentido, o nome relaciona-se apenas com as atitudes incendiárias das mulheres participantes do movimento.

Com o chegada da lycra, sutiãs mais confortáveis e ajustadas ao corpo invadem as lojas no início da década de 90. Atualmente, devido a tecnologia, os sutiãs passaram a ter inúmeras funções mágicas,seja para erguer, diminuir ou juntar os seios.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A verdadeira história do Carro Etétrico

O carro elétrico originou-se no século XIX, mas somente em 1990 que os carros elétricos ganharam espaço, através de um decreto sancionado na Califórnia - EUA, que obrigava as maiores montadoras americanas a investirem em veículos não poluentes.
Os principais motivos para o investimento nesse tipo de veículo, estaria relacionado a limitada existência de combustível fóssil e a redução da poluição.

Apesar da proposta dos carros elétricos serem interessantes, o carro até hoje não teve seu espaço merecedor no mercado automobilístico. 
Os possíveis motivos do carro elétrico não ter caído no gosto popular, serão apresentados a seguir:
  • Quando os EUA invadiu o Iraque em 2003, fez com que o preço do Petróleo fosse controlado, uma vez que o Iraque é um dos maiores produtores de petróleo no mundo;
  • Os carros considerados de grande porte, como as grandes Camionetas e grandes Jipes, ganharam popularidade nos últimos anos, criando uma demanda oposta às dos carros econômicos e elétricos;
  • A gigantesca indústria petrolífera, investiu contra a proposta dos carros elétricos;
  • As montadoras em pacto com a indústria petrolífera, nunca produziram em série um carro elétrico, nunca foram expostos em concessionárias para os consumidores de maneira acessível;
  • O preço de um carro elétrico é ainda bem mais caro que um convencional. Além do mais, existem poucos postos de abastecimento para os carros elétricos;
  • Em 2003, o governo americano decretou o fim das obrigações das montadores em investirem em carros não poluentes;
  • Diante do cenário de tantos reveses, o investimento acabou migrando-se para os carros Flex (gasolina/etanol), que de fato, polui menos, mas distante de alterar o mercado do petróleo.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A verdadeira história da tatuagem

A tatuagem também conhecido, como dermopigmentação, ou simplesmente ato de colorir a pele, é uma das formas de modificar o corpo milenar e mais popular do mundo.

A descoberta da tatuagem mais antiga do mundo, ocorreu em 1991 na Europa, no cadáver congelado de um homem da Idade do Bronze. Os restos mortais do tatuado, nomeado pelos cientistas de Ötzi, datam aproximadamente 3300 anos Antes de Cristo. Em diversas parte do corpo foram identificadas várias linhas desenhadas, supõe-se que os mesmos tenham sido criados a partir da fricção de carvão em cortes verticais feitos na pele.
Após análise do corpo, exames de raio X revelaram degenerações ósseas ao lado de cada uma das tatuagens. Dessa forma, os cientistas a acreditam que o antigo povoado de Ötzi  utilizasse os desenhos como uma forma de tratamento médico para reduzir a dor.
No Antigo Egito e entre outros povos nativos da Filipinas, utilizam a tatuagem como parte de rituais atreladas à religião

Com o passar do tempo, as tatuagens ganharam outros significados nas vidas das pessoas.
Em meados do século XIX, a tatuagem na Inglaterra era utilizada como forma de identificação dos criminosos, a partir de então, a tatuagem ganhou sua famosa associação ao crime. Facções criminosas como a Yakuza (máfia japonesa), tem como parte de identificação entre seus membros a tatuagem.
A tatuagem foi ganhando cada vez mais espaço e adeptos nos últimos anos. Atualmente, a tatuagem é vista como uma arte, atingindo todas as camadas sociais.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A verdadeira história da política brasileira

No Brasil, tudo que se refere a política vem a tona o sentimento de desconfiança. Um dos fatores responsáveis por esse desconforto é a corrupção exagerada e escancarada que ocorre em volta dos políticos.
Vivenciamos a democracia, que significa que o poder de governar o país está nas mãos do povo (ou pelo menos deveria ser), através do voto. Ou seja, quando alguém vota em algum candidato, o cidadão está delegando (autorizando) seu poder ao seu candidato, para que possa tomar decisões e agir conforme as circunstâncias em seu nome e de outras pessoas.

Toda essa desconfiança e complicação da política brasileira, faz com que muitos brasileiros se desinteressem pela política. Esse desinteresse, faz com que os políticos tenham privilégios de seus interesses próprios, deixando de atender os interesses da coletividade. Esses cidadãos que se desinteressam pela atividade política, são muitas vezes vistos como inferiores de fácil manipulação pelos governantes.
Enquanto existir a grande porcentagem de desinteressados pela política, mais os governantes terão facilidade de controle e domínio sobre uma sociedade. Ou seja, na maioria das vezes, a democracia acaba se tornando uma ironia.
Como já dizia Platão, "O  preço a pagar pela tua não participação na política, é seres governado por quem é inferior."

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

As versões da Branca de Neve

Como já abordamos em publicações anteriores, a Branca de Neve é um dos contos mais famosos de todos os tempos. Por esse motivo, várias versões e adaptações foram criadas para todos os públicos.
Para conhecer a verdadeira história da Branca de Neve, clique aqui.

Confira agora, algumas das várias versões existentes do famoso conto Branca de Neve:

Kristen Stewart interpretou Branca de Neve em 2012, no filme Branca de Neve o Caçador.
Um filme voltado para um público adolescente e mais maduro.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

O Verdadeiro Apocalipse Zumbi

Os "zumbis" é um dos temas mais abordados no mundo do cinema. Seu ápice aconteceu na década de 90 com os jogos da saga Resident Evil e agora pelo seriado The Walking Dead.
O que tudo mundo sabe, os zumbis não são realidade, são meramente ficção, pelo menos até os dias atuais. Porém, até pouco tempo atrás, a verdadeira história dos zumbis era um mistério, sua verdadeira história pode ser conferida em outro post desse blog.

Já entre o mundo dos insetos, isso deixou de ser ficção, o verdadeira apocalipse zumbi já aconteceu. Eles correm esse risco podendo ser infectados e passarem isso para todos que estiverem ao seu redor. Isso mesmo, um fungo chamado Cordyceps é o responsável por essa transformação de transformar insetos em zumbis!

Este fungo usa o seu micélio para substituir os tecidos da vítima, tal processo forma estruturas cilíndricas que emergem do corpo do animal deformando-o. Para tornar-se completamente um zumbi, o fungo tem a capacidade de "dominar" o cérebro do inseto, fazendo com que ele se desloque para um local mais propício para o crescimento do parasita.

É daqui uns dias, vai ter cientistas trabalhando com esse fungo, para poderem criarem um armamento químico que pode transformar seres humanos em zumbis também.
Do jeito que nossa humanidade está hoje, não duvido de mais nada. Os seres humanos estão em busca de poder, riqueza a qualquer custo e, estão dispostos a qualquer custo obter tais benefícios.
Então é bom estar preparado para tudo, que tal começar vendo os motivos para assistir The Walking Dead!!??

Pra falar a verdade, já existe um game para Playstation 3 que aborda essa catástrofe. O jogo chamado The Last Of Us, da Naughty Dog, além de retratar esse apocalipse no mundo dos humanos possui um ótimo enredo e jogabilidade. O game está entre os mais conceituados da atualidade.
Reparem os cogumelos na cabeça. É como ocorre
com os insetos na vida real.

A verdadeira história da segurança pública

Uma das nossas grandes obrigações com o Estado é o pagamento de impostos, que deveria ser revertidos em saúde, educação, infra-estrutura e segurança.

Apesar do Brasil ser um dos países que mais cobram impostos do mundo, todos sabem que tudo isso no Brasil é lastimável. Para isso, temos que investir do nosso próprio bolso para termos ensino de qualidade, segurança e saúde.

Um exemplo disso, é a onda de assalto que vem ocorrendo ao longo dos últimos dias em determinado bairro de minha cidade. A casa de um colega foi assaltada três vezes em menos de uma semana. Ao chamar a polícia, o mesmo nada pode fazer, pois para prender os vagabundos, os mesmos devem ser pegos em flagrante.
Nesse sentido, vivemos praticamente presos em nossas casas sem poder fazer nada contra isso, não podemos sair de nossas casas tranquilamente.
Cadê a segurança de nossa cidade e do nosso país? Pra onde todo nosso dinheiro é investido?